Google+

Banner

Menu

domingo, 1 de novembro de 2015

Invencível (Unbroken): A estreia de Angelina Jolie como diretora | Crítica


Com um trailer sensacional, o filme não é tão legal assim, mas está longe de ser ruim. Ah sim, adivinhem, é mais uma história real, porque eu adoro elas!

Um atleta que foi convocado na segunda guerra tem seu avião abatido e fica a deriva, tendo que sobreviver no meio do mar com seus amigos por meses, até que é encontrado por japoneses, e levado para um campo de concentração.

Unbroken, ou "Invencível" em português, é uma jornada de perseverança, tanto de situações de sobrevivência, com os personagens tendo que aguentar semanas dentro de um bote no meio do mar, até resistência aos maus tratos do exército japonês no campo de concentração, que não é tão ruim quanto o Nazista, mas não é muito melhor também. A parte final do filme com eles na fábrica de carvão é pesada. Difícil acreditar que aquilo foi real. E obviamente não ajuda que os japoneses, ou mais precisamente um deles, crie antipatia pelo protagonista do filme, fazendo ele comer o pão que o diabo amassou por pura diversão.

O filme é basicamente sobre isso, não desistir, não importa o quão ruim a situação fique. A história é boa, os atores fazem cumprem bem o seu papel, a direção é competente, mas falta algo. O que seria esse algo? Um climax mais surpreendente, um clima mais pesado, e um maior interesse do público pelo protagonista. Disse que ele faz um bom papel, mas ele não tem carisma, e sem a ajuda do roteiro a empatia pelo personagem é minima. E qual é a graça em um filme de sobrevivência aonde você não liga muito se o personagem principal vive ou morre? Bem, ao menos foi essa a minha impressão.

Esse filme está longe de ser ruim, mas não toca o telespectador, e algumas partes são meio lentas, com a situação ficando na mesma por muito tempo. Ainda assim, como curiosidade em ver a história real de alguém em um campo de concentração japonês, vale a pena.

Nota: 7.5/10

Trailer:



****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário