Google+

Banner

Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Um Sonho Possível (The Blind Side) | Crítica


Gosto bastante de filmes de história real, e esse é um dos mais bonitos que já vi, por ser a maior prova de que existem pessoas muito boas nesse mundo.

Um Sonho Possível é baseado em uma história real sobre a vida de Big Mike (Aaron Quinton), filho de uma mãe viciada em drogas que não tinha onde dormir, até que é ajudado por uma família de brancos livres de preconceito da região, e acaba por se tornar um dos maiores ídolos do futebol americano.

A reação de Big Mike a tudo que a família começa a fazer por ele é um dos maiores charmes do filme, assim como sua acensão no futebol americano através de seu instinto de proteção. A protagonista interpretada por Sandra Bulloock, seu marido, o filho do casal, todo o elenco transborda bondade e carisma, em uma história simples sobre uma família que resolveu ajudar um garoto sem querer nada em troca, mesmo com todos dizendo que eles eram doidos.

A bondade que existe nesse filme, tanto de Big Mike, quanto da família que o adotou, é assustadoramente bonita, e real, é isso que mais impressiona. A leveza e bondade desse filme é tão contagiante que você termina ele com um sorriso enorme no rosto, acreditando que o mundo pode ser um lugar melhor. Estranho não? Já vi o filme mais de uma vez e sempre termino com um sorriso enorme na cara, é bizarro. Está triste com a vida? Vai assistir esse filme, é o melhor remédio que eu já vi.

Nota: 10/10

Trailer:



****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário