Google+

Banner

Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

The Big Bang Theory: 8 temporadas e continuo rindo todo episódio | Crítica


Quem diria que um sitcom sobre um grupo de nerds se tornaria a série de maior sucesso da TV americana.

Big Bang Theory é uma série que gosto bastante, talvez por estar acompanhando desde a primeira temporada. Você se afeiçoa ao elenco, eu suponho. Ainda assim, acho um feito e tanto eu não ter enjoado dela depois de 8 temporadas de 24 (ou 22?) episódios, e olha que eu maratono, espero acabar e depois assisto a temporada toda de uma vez só.

Suponho que o segredo para essas séries é te dar a sensação de que mesmo devagar, a vida deles está mudando, e você quer ver o que acontece a seguir. 
Surgem novos personagens, os antigos começam a namorar, se casam, brigam, se juntam em uma casa, a mãe de um dos protagonistas morre, etc. Mesmo no sistema episódica de comédia existe uma progressão notória da história, e acho que é isso que te mantem ali. Isso, e, claro, os roteiristas tentando piadas novas.

A série tem algumas episódios excelentes, outros bons e outros medianos, mas nunca achei nenhum ruim, é uma série bem estavel ao meu ver. E gosto bastante das piadas nerds, mesmo que simplificadas ou explicadas demais as vezes, para que todo público possa entender, mesmo quem não conhece tanto do mundo Geek.

Não sei se a série vai durar mais do que 10 temporadas, já que esse parece o limite para maioria delas, mas seja lá quando terminar é uma série da qual terei ótimas lembranças.

Nota: 9/10.

****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário