Google+

Banner

Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Man of Steel: Um super-homem mais humano | Crítica


Mesmo com alguns deslizes Snider acerta em tentar uma visão mais dark e humana para um dos heróis mas conhecidos, mas não tão querido nos tempos atuais.


Man of Steel tem uma visão correta. O super-homem é um herói chato por ser onipotente, distante dos problemas de uma pessoa normal, e o pior, certinho demais em tempos aonde anti-heróis estão na moda. A solução? Deixar ele menos bom samaritano e decidido. O Superman de Snider parece um humano normal, cheio de dúvidas sobre o que fazer de sua vida, uma questão que qualquer um pode entender e se relacionar.

O filme também acerta em tentar explicar mais das origens do herói e justificar certos aspectos antes considerados estranhos (a roupa! sem cueca agora), ao mesmo tempo que mantem algumas coisas antigas como o pai alien to personagem o guiando (esse aspecto é até mais presente nesse filme que nos anteriores). "Alien", aliás, é uma palavra chave nesse filme, que trata o personagem com mais realismo ao considera-lo simplesmente um extra-terrestre e não um super-herói.

Achei o dilema que criaram para o protagonista interessante. Muitos criticaram a escolha do pai humano de Clark (ou Kal-el), mas não vejo nada mais comum em um pai pensando mais na felicidade de seu filho do que do resto da humanidade.

Para quem reclamou da falta de cenas de ação dos filmes anteriores esse tem uma quantidade massiva de combates, com os personagens quebrando tudo, literalmente. Os efeitos estão muitos bons, e a lutas realmente parecem combates entre "deuses". Só gostaria de uma maior atenção no roteiro sobre as pessoas que estavam morrendo no final do filme. Aquilo tudo teria um peso muito maior se Clark tentasse salvar as pessoas que estavam sendo mortas pela queda dos prédios e fosse impedido por Zod.

Cavil não é carismático, mas convence muito bem em seu papel, assim como o resto do elenco. Apenas Lois Lane fica meio apagada, mas nada que atrapalhe o filme (tirando o fato de tentarem colocar ela em cada misera cena, ficou meio forçado isso).

Man of Steel não é perfeito, mas refaz com sucesso o conhecido super-herói, de forma a torna-lo muito mais interessante que nos filmes anteriores. Também entrega a ação que todo mundo sempre esperou mas nunca teve de um filme do super-homem, e deve satisfazer quem sempre achou o super-homem bonzinho demais.

Nota: 8/10

Trailer:

****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário