Google+

Banner

Menu

sábado, 31 de outubro de 2015

Lost: Boas ideias no meio de uma história mal contada | Crítica


Lost foi um dos maiores sucessos dos anos 2000 em séries para TV, mas diferente dos elogios de quando ela começou, as críticas ao final foram pesadas, e não foi a toa.

Lost foi uma das sérias mais viciantes que já acompanhei, porque ela fazia o que toda série deveria fazer: instigar sua curiosidade. Um avião cai em uma ilha e agora os sobreviventes tem que se virar para sobreviver nela. Até ai não é tão incomum, mesmo que a premissa de sobrevivência seja sempre interessante para a maioria. Mas rapidamente eventos sobrenaturais começam a ocorrer com cada um dos personagens, e a cada resposta que eles encontram mais perguntas surgem.

A fórmula de entregar uma migalha a cada 20 novas perguntas para te manter crente que tudo aquilo tinha uma resposta funcionou, milhares de teorias começaram a surgir, mas todos aguardavam que a série acabasse por nos surpreender com algo que não seria nenhuma delas. Bom, a expectativa e a emissora querendo esticar a série meio que mataram o que veio depois.

A série tem bons personagens, e ela os desenvolve bem em geral (nem todos, alguns ficam tendo twists de personalidade meio forçados). Ninguém que foi para aquela ilha sai do mesmo modo, todos mudaram de alguma forma, normalmente para melhor. E é ai que mora a crença de alguns que não importam as respostas dos mistérios, pois a jornada de amadurecimento era o objetivo final. Bem, eu entendo quem tem essa opinião, mas não concordo, se foram dadas perguntas o mínimo que se pode querer são as respostas.

Eu gostei realmente dessa série por 5 temporadas, mesmo ao notar que eles estavam começando a bagunçar demais a coisa toda, em uma tentativa de prolongar a história. E então chega a temporada final, com você ávido por ver todas aquelas perguntas acumuladas por tantas temporadas respondidas. Mas as respostas vem devagar, e faltando 2 episódios para o fim você tem só umas 50% delas, e muitas meio incoerentes com o que foi mostrado até ali. E o resto? Vai vir nos episódios finais? Que nada, o resto foi esquecido, e o final vai deixar mais gente confusa do que outra coisa. Eles morreram? Não morreram? Foi tudo um sonho? Nunca saberemos. Mas episódios como o início da segunda temporada sempre serão lembrados como coisas super criativas, pois ainda existem méritos, mesmo em histórias mal contadas.

Nota: 7/10.

****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário