Google+

Banner

Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Kingsman: Serviço Secreto | Crítica


Um dos filmes mais populares (e cheios de ação) de 2015, Kingsman volta a proposta dos agentes secretos menos realistas e cheios de equipamentos doidos.

Não sou muito fã de nonsense, então ter adorado esse filme foi muito estranho. Ele não é completamente nonsense, e inclusive se leva a sério, mas tem umas partes muito doidas!

A história acompanha o filho de um agente secreto sendo recrutado por um amigo de seu pai para participar da seleção dos novos agentes para a organização "Kingsman", enquanto um novo vilão (Samuel El Jackson, em um papel bem excêntrico), arma planos para dominar o mundo.

O filme é movimentado desde o início, dado que o protagonista não é a pessoa mais comportada do mundo. Os personagens em geral ficaram muito bons, até mesmo os mais doidos, como o vilão. As coreografias das lutas são sensacionais, com destaque para a luta da igreja, aquilo me deixou de boca aberta tamanha a violência gráfica e progressão da coreografia sem fim.

O protagonista convence e sua evolução do começo ao fim do filme ficou bacana. Seu mentor está ótimo no papel também. Um dos filmes mais divertidos que vi em 2015. Fica a recomendação para quem quer um filme de ação frenética não tão sério assim. E por último, vale um destaque para a ótima trilha sonora, muito empolgante.

Nota: 9/10

Trailer:



****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário