Google+

Banner

Menu

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

De volta ao jogo (Jonh Wick): Keanu Reaves em seu melhor | Crítica


Não dava nada por esse filme quando peguei para assistir, então qual não foi minha surpresa quando acabou sendo de longe um dos melhores filmes do Keanu Reeves.


De volta ao jogo segue a velha formula de filmes de "Badass aposentado", iniciada por Taken, e agora seguida por um bando de filmes. Revess faz um ex-assassino que trabalhava para uma gangue. Ele perdeu a mulher, está mal e ai resolvem mexer com ele tirando a última recordação que ele tinha da esposa. O resultado não poderia ser mais obvio. Ele volta quebrando tudo, dando início a um dos filmes mais movimentados que vi em 2014.

É ação sem parar! E as sequências são lindas, sem exageros, frias e limpas, como é a marca desse diretor. Lembram muito o estilo dos filmes da franquia Born. Adorei as coreografias secas e com golpes simples, ao invés do estilo exagerado aonde os personagens parecem ser feitos de aço aguentando inúmeros socos. A mania de Jonh de sempre dar um tiro na cabeça não importa se a pessoa pareça já estar morta ou não é muito legal também, além de fazer todo sentido.

Um destaque também ao mundo dos assassinos e suas regras. Muito interessante aquilo: sistema de moedas, o hotel, regras do hotel, ect. Além de William Dafoe, em um papel pequeno, mas que consegue convencer e te fazer se importar com o personagem.

Existem alguns exageros aqui e ali, principalmente no final aonde eu me assustei com a mira ruim de um dos vilões, mas fora a isso é muito bom, principalmente para quem quer ação frenética quase do começo ao fim.

Nota: 9/10

Trailer:

****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário