Google+

Banner

Menu

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Como se fosse a primeira vez | Crítica


E se a mulher que você ama perdesse as memórias de você todo dia?


Depois de Click, "Como se fosse a primeira vez" é meu segunda filme favorito de Adam Sandler. Ele conta a história de um cara que se apaixona por uma mulher com um problema grave que faz ela perder a memória todo dia. Isso não desanima o protagonista, que decide que vai faze-la se apaixonar por ele todo dia.

Em mais uma comédia romântica simples e bem humorada, o que me ganhou nesse filme não foi só a proposta. que embora com um tom bem humorado, é bonita por si só (um cara tão apaixonado que não liga de ter que reconquistar a mesma mulher todos os dias), mas sim o final. É legal quando esse tipo de história tem coragem de não dar um milagre ou final mágico, mas que ao mesmo tempo pode ser considerado feliz.

Para quem gosta de um romance com uma pitada leve de drama essa obra é uma excelente recomendação.

Nota: 9/10

Trailer:



****

    Post Mix

Nenhum comentário:

Postar um comentário